"As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar."

Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho...o de mais nada fazer.
-Clarice Lispector

Stay Strong
Home About Ask Me Tumblr Textos

tvorelhabr:

Esse Elenco será inesquesível ! #Malhação2012/2013

(via bekakovalski)


Texto postado em 20/08/2014 | 150 notes | (reblogue this!)

Sinto falta de algumas pessoas, mas consigo me afastar de todo mundo que me faz bem, é automático. Depois de um tempo, depois de várias risadas, desabafos, eu acabo me isolando. É como se sentisse que a pessoa soubesse demais de mim. E isso me assusta. Sempre estive bem sozinha, pelo menos, é o que eu insisto em acreditar, só eu e meus pensamentos, minhas dúvidas, minhas tristezas. Eu não consigo ser de outra forma. Juro que já tentei. Tenho medo de muita aproximação. Tenho medo de deixar as pessoas começarem a fazer parte demais da minha vida, e no meio disso tudo, vê-las indo embora, como sempre acontece, sem nenhum adeus, nenhum “se cuida”. Apenas o silêncio.
Queria ter coragem de tentar refazer esses laços, mas é complicado. Eu não consigo. Acho que não. O que eu vou falar? “Oi, desculpa ter fugido, é que não sei manter relações por muito tempo?” Não né? Eu nem sei o que falar, e nem sei se devo me desculpar. Eu queria dizer que sinto falta, mas não sei como. É meio sem lógica eu sentir falta e mesmo assim ter me afastado. Como vou explicar? Acho que algumas pessoas nunca saberão o lugar que sempre terão em mim. Talvez eu nunca seja capaz de dar o braço a torcer. E eu devia parar de pensar a todo o momento sobre isso, porquê não me faz bem. É que eu simplesmente me importo demais. Esse é, e sempre foi o meu problema. Levo as coisas muito à sério e guardo tudo pra mim. Meu orgulho é tremendo, finjo que está tudo bem, mas ninguém nunca vai saber o quanto está doendo.

— Laís Rodrigues (via justlah)

Texto postado em 4/08/2014 | 10 notes | (reblogue this!)

(via justlah)


Texto postado em 4/08/2014 | 81569 notes | (reblogue this!)

(Fonte: itcuddles, via justlah)


Texto postado em 4/08/2014 | 88921 notes | (reblogue this!)


Texto postado em 27/06/2014 | 1648 notes | (reblogue this!)

(Fonte: etiopy, via justlah)


Texto postado em 7/06/2014 | 29046 notes | (reblogue this!)

rainhasempsd:

  • like ou creditos na @bibarete se usar;
  • clique na header que gostar para ver em tamanho original;
  • TO COM CIUME DESSAS HEADERS TA NAO QUERIA NEM POSTAR mas enfim amo voceszszsz

Texto postado em 5/06/2014 | 176 notes | (reblogue this!)

Eu poderia imaginá-lo. Eu poderia me lembrar dele. Mas não poderia vê-lo de novo, e me ocorreu que a ambição voraz dos seres humanos nunca é saciada quando os sonhos são realizados, porque há sempre a sensação de que tudo poderia ter sido feito melhor e ser feito outra vez.

— A Culpa é das Estrelas. (via paz-e-amor-jovens)

(Fonte: fucksthewolrd)


Texto postado em 5/06/2014 | 74 notes | (reblogue this!)


Texto postado em 5/06/2014 | 118 notes | (reblogue this!)